Curso de Vitrinismo

Um bom vitrinista conquista lojistas somente com o olhar, pois quando bem treinado, preparado para o mercado de trabalho, o vitrinista que acabou de fazer o curso de vitrinismo sabe o que precisa fazer para atrair mais vendas para a loja, afinal é olhando uma vitrine que o cliente irá decidir se vai entrar na loja para comprar ou seguir andando sem comprar nada.

Na internet existem, principalmente no instagram, as técnicas de vitrinismo estão sendo aplicadas online, como relata o site Folha de S. Paulo, veja: Instagram vira ‘vitrine gratuita’ existem hoje no mercado diversos profissionais que estão atuando tanto no instagram quando em shoppings e galerias, tudo voltado ao vitrinismo.

Mas Como Fazer Para me Tornar um Vitrinista de Sucesso?

Como dito logo acima, um bom vitrinista é aquele capacitado e preparado, por dentro das tendencias de moda no Mundo e no Brasil, para isso este profissional precisa ser treinado igualmente por outros profissionais renomados e com uma boa dinâmica de grupo para passar adiante o que aprendeu ao logo de sua carreira.

Vitrinista
Vitrinista

Todo curso de vitrinismo é capaz de formar vitrinistas, porém, o que deve ser ressaltado é que ao procurar por um curso de vitrinismo você deve ter em mente que alguns aspectos importantes devem ser abordados para você não ficar para traz, existem muitos cursos na internet de vitrinismo, entretanto, quais desses cursos irá fazer você se tornar um profissional top no mercado?

Você sabe quais são as principais técnicas de exposição que um bom vitrinista TEM que dominar? caso não saiba, irei listar algumas das principais para você ir procurando por isso nos cursos de vitrinismo, veja:

Principais técnicas de exposição: 

  • ASSIMETRIA: os produtos são distribuídos a partir de um eixo central e os lados opostos não são iguais ou mesmo semelhantes.
  • SIMETRIA: os produtos são distribuídos a partir de um eixo central, de modo que os dois lados do espaço dividido tenham forte semelhança. A simetria pode ser mais rígida, na qual uma metade seja idêntica à outra, ou mais flexível, onde a disposição dos elementos é mais livre.
  • IRRADIAÇÃO: os produtos são direcionados para um ponto principal do espaço, não necessariamente para a parte central.
  • REPETIÇÃO: sequência de produtos dispostos em intervalos iguais. A composição geralmente se repete por toda a vitrine. Os produtos não precisam necessariamente ser idênticos, mas o intervalo entre eles deve ser igual.
  • RITMO: similar à repetição, porém a sequência em que os produtos são dispostos deve respeitar uma ordem, como por exemplo: para cima/para baixo; para baixo/para cima; ou direita/esquerda; esquerda/direita.
  • UNIDADE: os produtos se agrupam formando uma unidade geralmente suportados por outros elementos decorativos. Recomendado quando a loja não vende uma quantidade de produtos muito variada.
  • VARIEDADE: os produtos são agrupados com base no estilo, cores ou outra característica. Em cada grupo pode-se trabalhar com algum outro tipo de técnica como a simetria, a irradiação, entre outros. Essa técnica é recomendada quando há grande variedade de produtos que diferem-se quanto à forma, à cor e ao movimento, etc.

*retirado do sitehttp://www.sebraemercados.com.br/principais-tecnicas-de-vitrinismo-e-pdv-para-joias-e-acessorios/

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s